Área Restrita

Acadêmicos de Ciências Contábeis e Administração colaram grau

26/08/2016
Notícias
Graduação

 

No último dia 25 de agosto, 17 formandos do curso de Ciências Contábeis e 04 de Administração da Faculdade Panamericana de Ji-Paraná (UNIJIPA) participaram da cerimônia oficial de colação de grau, ocupando as dependências do Espaço Mediterrâneo Fest, localizado na BR 364, KM 06, a partir das 20h. Professores, amigos e familiares marcaram presença durante todo o evento. Na ocasião, também foram entregues os certificados de Destaques Acadêmicos para os acadêmicos do semestre 2016/1.

 

Estiveram presentes durante a solenidade, a Diretora UNIJIPA, Rosângela Aparecida da Silva; Coordenadora Pedagógica, Simone dos Santos França; Coordenador do curso de Administração, Evaldo Arruda Pinto; Coordenadora do curso de Ciências Contábeis, Kéle Cristina Jardim Castro; Paraninfa da turma de Ciências Contábeis, Prof.ª Eliane Pedrosa da Costa Saturno; Coordenadora do curso de Enfermagem, Sonia Maria Ribeiro; Engenharia Ambiental, Inês Nalita D’Ávila de Lima; Engenharia Civil, Sergiana Coelho Nobre; Farmácia, Caroline Klein Maranho; Pedagogia, Célia Maria Peres Galvão, e por fim, Rosângela Martins Vieira, Coordenador do curso de Psicologia.

 

De acordo com Rosangela Silva, Diretora da instituição, “O momento da colação de grau é pra mim sempre um momento de muita emoção, essa celebração é resultado do cumprimento da nossa obrigação enquanto instituição de ensino. Na nossa missão está escrito que devemos promover a formação de profissionais éticos, pensadores, criativos e qualificados para o mercado de trabalho, capazes de atuar na construção da justiça social, contribuindo com o bem estar do coletivo.”, afirmou a docente.

 

Kéle Jardim, em seu discurso durante a solenidade de colação de grau destacou que “a passagem é: Até aqui Deus nos ajudou. Quando um homem escreve: ‘até aqui’, ele ainda não está no fim, ainda há uma distância a ser percorrida. Mais provas, mais alegrias, mais tentações, triunfos, orações, respostas, fadigas, forças, mais lutas, mais vitórias. E isso é só o início de uma nova etapa... Nosso último desafio junto na graduação, deixou claro que não foi por acaso que chegaram até aqui. Tínhamos um projeto que precisava de parcerias para acontecer...E para isso necessitávamos de mão de obra acadêmica. Acadêmicos que por sua vez teriam de ter muita força de vontade, coragem, disciplina, profissionalismo, liderança, pro atividade e ética. Então o desafio foi lançado e vocês como sempre surpreenderam com a garra, a competência e profissionalismo com que desenvolveram nosso projeto no NAF (Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal), projeto esse que começou tímido e que agora está se transformando no 1º escritório acadêmico contábil do Estado de Rondônia, com parceiras como Receita Federal, CRC e SEBRAE. Isso significa mais aprendizagem e prática, ou seja, mais e mais qualidade no ensino. Agradecemos imensamente a Diretora Rosangela Silva, que acreditou e apoiou nosso projeto desde o início, assim como o nosso Diretor Geral Prof. Dr. Aécio Alves Pereira, que acreditou e está patrocinando a construção de tudo. Enfim, nos resta parabenizar e estender os mais sinceros votos de sucesso para todos os nossos novos e competentes profissionais.”, finalizou Jardim. 

 

 

Galeria

Veja Também

29/03/2018
Graduação

Curso de Farmácia participa de Aula prática de Análise de Metais em Água

Acadêmicos do 4º e 5º período de Farmácia participara de uma aula prática sobre Análise de Metais em água, na última quinta-feira (28). A aula foi ministrada pelo professor da disciplina Análise e Controle de Qualidade de Água e Alimentos, Antonio Carlos, no Laboratório Multidisciplinar II, no campus II da Unijipa.   Durante a aula prática, os acadêmicos analisaram a presença de metais contaminantes em águas de abastecimentos público para o consumo humano. “Para a realização das análises, foram utilizados kits da marca Alfakit e um equipamento...

11/03/2013
Institucional

ministro-quer-aumentar-formacao-de-pesquisadores-do-programa-ciencia-sem-fronteiras

Quase 10 mil candidatos estão aptos para as bolsas O ministro da Educação Aloízio Mercadante disse hoje (7) em Lisboa que o governo quer estimular a formação de pesquisadores inscritos no Programa Ciência sem Fronteiras para que tenham proficiência em idiomas estrangeiros, como inglês, alemão, mandarim e francês. “Precisamos estimular os jovens a falar mais uma língua, a conhecer e ter competência específica em outras culturas”, disse Mercadante ao sair de reunião com o ministro da Educação e da Ciência de Portugal, Nuno Crato. “Se a gente deixar, vem muita gente para Portugal. Tem que continuar vindo, mas temos que estimular que tenham proficiência em outras línguas”,...

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem