Área Restrita
Destaque
ciclo científico unijipa
CAMPANHA 2018 WEBDOOR - UNIJIPA

Notícias

Alunos participam do II Simpósio Interdisciplinar em Saúde de Rondônia
11/09/2017

Alunos participam do II Simpósio Interdisciplinar em Saúde de Rondônia

O II Simpósio Interdisciplinar em Saúde de Rondônia, realizado entre os dias 8 e 10 de setembro, teve como objetivo promover a capacitação por parte dos acadêmicos e profissionais, além de fornecer informações adicionais ao currículo. O evento foi organizado pelo Instituto de Pesquisa e Educação de Rondônia (Iper), realizado no Hotel Maximus e na Faculdade Panamericana de Ji-Paraná (Unijipa). Durante os três dias da programação, estiveram presentes alunos de vários períodos de Farmácia e Enfermagem. No evento, ocorreram palestras, mesa redonda, apresentação de projetos, apresentação de trabalhos científicos e minicursos. Nesta segunda edição, foi possível contar com a presença de professores e pesquisadores do Estado de Rondônia. Dentre eles, o pesquisador David Andrade, que ministrou uma palestra sobre “Imunobiologia do Zika Vírus”. A Faculdade Panamericana de Ji-Paraná parabeniza todos os acadêmicos que estiveram presentes no evento e que apresentaram pesquisas cientificas. Essas atividades promovem um ensino mais completo e colaboram para que os alunos conheçam mais sobre a importância que eles tem na atuação no mercado de trabalho.

Alunos participam de projeto
07/09/2017

Alunos participam de projeto "Horto Medicinal: Relógio do Corpo Humano"

Acadêmicos de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Ambiental e Farmácia, estão realizando um projeto de extensão, intitulado como “Horto Medicinal: Relógio do Corpo Humano”. Os alunos estão sendo supervisionados pelos professores: Prof.ª Drª. Fernanda Sanes; Prof. Dr. Ely Eduardo Camargo; Prof. Msc. Alexandre Zandonadi; Prof.ª Drª Thamy Ribeiro, Prof. Dr. Bruno Ueda e Profª Esp. Izabel TrecePermanente. O projeto de extensão é complementar ao projeto “Farmácia Viva”, de Farmácia. A primeira etapa está em andamento, onde os acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo, sob orientação da Profª Izabel Trece e do coordenador, Wiverson de Oliveira, iniciaram as atividades de construção dos canteiros que receberão as plantas medicinais. O projeto será permanente e será desenvolvido pelas turmas seguintes. A proposta de instalação desta metodologia, na Faculdade Panamericana de Ji-Paraná, é de um espaço aberto a visitações da comunidade local. Servindo de espaço para demonstrações técnicas de cultivo e uso de plantas medicinais, além de um espaço para desenvolvimento de projetos de extensão/pesquisa, atividades de iniciação científica, trabalhos de conclusão de curso, aulas práticas e minicursos.

28/08/2017

Jovens entre 16 e 26 anos precisam se vacinar contra HPV

Doses da vacina de prevenção ao vírus Papiloma Vírus Humano (HPV) estão disponíveis em salas de vacinação de Ji-Paraná, para jovens entre 16 e 26 anos, até o fim do mês de agosto. O HPV pode causar câncer no colo do útero, de pênis, orofaringe e ânus, por isso o Ministério da Saúde recomendou que a faixa etária da vacina fosse ampliada. Para o atual público alvo, são necessárias três doses da vacina, com um intervalo entre dois e seis meses. Os interessados podem comparecer a qualquer Unidade Básica de Saúde (USB) do município, entre 7h30 e 13h30, portando o cartão do SUS e o cartão de vacinação.

28/08/2017

Acadêmicos de engenharia visitaram a Usina Hidrelétrica de Jirau

No último sábado (25), os acadêmicos de Engenharia Civil e Ambiental, realizaram uma visita técnica à Usina Hidrelétrica de Jirau, localizada a 120 km de Porto Velho. Os alunos foram acompanhados pelos professores: Profª Draª Fernanda Sanes, Profº Msc. Alexandre Meneguelli, Prof.ª Drª Thamy Santos Ribeiro e Prof. Dr. Bruno Hideo Ueda. Os estudantes foram apresentados aos projetos utilizados no planejamento e construção da usina. A criação da Vila de Nova Mutum, concebida para abrigar os funcionários da hidrelétrica, além das instalações elétricas e mecânicas da usina. Também foram discutidos os impactos e estudos ambientais decorrentes da barragem construída e as possibilidades de desenvolvimento que Estado possui. A visita técnica teve como objetivo aprimorar os conhecimentos dos acadêmicos, despertando a consciência ambiental e o potencial hidrelétrico do estado de Rondônia.